SOBRE SER GRATA

Muito além da modinha – confesso que eu até me irrito com tanta gratidão nas redes sociais – eu acredito de verdade que ser grata muda minha vida para melhor.

Eu sou grata a muita coisa, das mais simples, como ter teto, cobertor e comida na mesa, até, lógico, as pessoas maravilhosas que cruzam meu caminho e as mais complexas aventuras que vivo nesse plano terreno.
Todos os dias eu me lembro de ser grata, sem falsa hipocrisia. Quando me deito de noite e sinto o macio do lençol, que nem é de 600 fios, eu fico feliz, por mais banal que seja. E cultivo isso em mim, no fim das contas, porque me faz bem.

Tenho certeza de que a pandemia intensificou esse sentimento. Já era grata, mas o medo iminente da morte faz a gente rever muita coisa e mudar. Claro que tem gente que não muda nada e tem quem piore, eu… busco melhorar sempre e hoje sou mais grata do que em 2019.
E me pergunto: será que gratidão é um hábito ou é inerente ao ser humano? Não sei, não me lembro exatamente de quando comecei a ser grata ou a pensar nisso, na adolescência com certeza não foi. Já adulta? Na faculdade? Quando consegui meu primeiro estágio no Centro Cultural de SP, sendo a única estudante selecionada pela Secretaria Municipal de Cultura entre outras 57 pessoas? Não lembro! Me lembro da felicidade que senti, mas não exatamente da gratidão.

De qualquer modo, se não for natural das pessoas, que seja algo a aprender, porque não (?). Com certeza aprender a ser grato só vai trazer coisas boas, no mínimo um coração mais em paz. Mal não vai fazer.

Que a gente possa perceber nossos privilégios, desde os mais simples, como um lençol macio, e que possamos ser gratos de verdade, mesmo em meio a todos os problemas, pois creio que vivemos essa experiência na Terra para evoluir. Então que seja assim, o que não cura, ensina. Namastê!
Diga o quanto é grato. Agradeça a Deus, ao seu santo de devoção, ao seu orixá, ao Universo. E, principalmente, diga se for grato a alguém. Isso pode mudar o dia dessa pessoa, acredite!

Hoje eu recebei uma boa notícia no trabalho e fiquei tão grata, que me sentei para escrever (coisa que não acontecia há um bom tempo). Estou extremamente grata neste exato instante, aos meus chefes, aos colegas de trabalho, aos amigos, familiares e a tudo o mais que me permite ter saúde, trabalhar e estar aqui escrevendo esse texto.

A gratidão é inspiradora!
Experimente.

 

Escrito por:
ANDREA BUCCI
Diretora de Criação e redatora na Área Comunicação. Apaixonada pelas letras, escreveu um livro de poesias e um livro de minicontos. Nos seus mais de 20 anos trabalhando com publicidade, ganhou prêmios como: Prêmio Profissionais do Ano da Rede Globo, Prêmio ShowUp – Meio&Mensagem, Prêmio Voto Popular da Revista About, Fest Video APP, entre outros.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
MINUTO LEITURA

Área de Convidados Para tornar o nosso blog ainda mais interessante e democrático, criamos a área Convidados, com textos de amigos, colaboradores e de quem quiser participar. Se acrescenta, é sempre bem-vindo!

5 Pensamentos “SOBRE SER GRATA”

  • Célia
    setembro 7, 2022

    Adorei, Andrea. Gratidão por esse delicioso texto.

    Responder
  • Marilene Rodrigues
    setembro 7, 2022

    Maravilha ! Gratidão, sempre……

    Responder
  • Vânia Bucci
    setembro 7, 2022

    Sou grata pela família que tenho, grata por vc Andrea Bucci, fazer parte desta família, 💋

    Responder
  • Crisaidi Bento Sodré
    setembro 8, 2022

    Adorei! Mesmo que sozinha, costumo agradecer pessoas, coisas, natureza, água… mas, quem dá valor a tudo isso? será que as palavas de Epicuro explicam? “feliicidade é a completa ausência de dor.”

    Responder
  • Maria Aparecida Godoi
    setembro 8, 2022

    Façoa das suas, as minhas palavras, gratidão….. simples e nos tras paz na alma…. gratidão por ter recebido seu belo texto. bjus

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.