O que, ultimamente, tem feito você sentir alegria? O que te faz acordar e respirar profundamente, com satisfação? Ou quiçá, suspirar de paixão?

Às vezes são pequenas coisas do dia a dia, como um encontro com os amigos, a apresentação artística do filho, o emprego novo, descobrir uma banda musical.

Legal. São importantes essas pequenas doses de felicidade.

Mas eu falo de algo mais. Algo que fuja da sua rotina, que seja mais significativo. Alguma coisa, de fato, inusitada.

Esse ano eu resolvi voltar a estudar. E fui para uma área bem diferente da minha. No começo tive medo, insegurança e aquela velha conhecida “dor de barriga” (que confesso, fazia tempo que não sentia). Me lembrei de quando era mais jovem e as novidades eram mais constantes e, por isso, tinha muito mais dessas “dores de barriga”.

Pois bem, superada toda essa ansiedade, posso dizer agora, no fim do ano, que voltar a estudar foi a melhor coisa que fiz nos últimos oito anos!

Sim, oito anos, porque antes disso, tive uma filha, e um filho é uma baita mudança na vida de qualquer um. Mas depois da chegada da Maria Carolina, nada de novo (novo de verdade!) estava acontecendo na minha vida. Não que eu estivesse triste, ou incompleta, ou precisando, ou qualquer coisa do tipo.

Não! Mas sentia que podia mais, que a vida podia ser ainda mais legal e mais interessante.

E de fato foi. Foi não, é! Porque está sendo.

Voltando a estudar, conheci pessoas novas, com vidas e histórias tão diferentes da minha e do meu “velho” ciclo de amizades. Aprendi conteúdos novos, me superei, acreditei ainda mais em mim. Meu curso só acaba ano que vem, ainda tenho mais um ano de novidades.

E isso já me faz olhar 2019 de uma maneira muito diferente da que eu olhava todo fim de ano. Desta vez, existe uma promessa real de algo novo, que eu já coloquei em prática. E esse ano novo me parece muito mais estimulante! Que delícia!

Tem muita gente que está sempre estudando. Se esse é seu caso: novidade nenhuma.

Mas… tem muita gente que ainda não teve um filho, que ainda não fez aquela viagem tão sonhada, que não escreveu um livro, que quer colocar em prática aquele projeto social ou que, assim como eu, faz tempo que não estuda.

Não importa qual é o seu caso.

Tenho certeza que você sabe o que mexe com você, o que pode te fazer chacoalhar de verdade.

E se me permite te dar um conselho: não espere nem mais um segundo! Comece agora!

Faça! Você vai se sentir tão bem!

E o máximo que pode acontecer, é você se arrepender de não ter começado antes!

Bom 2019 pra você. Bom começo!

COMPARTILHE ESTE ARTIGO:
ANDREA BUCCI

Diretora de Criação e redatora na Área Comunicação. Apaixonada pelas letras, escreveu um livro de poesias e um livro de minicontos. Nos seus mais de 20 anos trabalhando com publicidade, ganhou prêmios como: Prêmio Profissionais do Ano da Rede Globo, Prêmio ShowUp - Meio&Mensagem, Prêmio Voto Popular da Revista About, Fest Video APP, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.