Autor convidado

EM 2021, ENCONTRE A SUA PLANTINHA

Eu já sabia, mas reafirmei o meu amor por plantas e aprendi muito com elas em 2020.

Foi ao receber uma ligação de um cliente da Newton (agência da qual sou sócio) com um problemão pra resolver que meu gatilho disparou: coloquei o celular no viva voz e enquanto falava com ele, retirava as folhas secas da minha lavanda. Quanto mais de perto eu olhava, mais preciso eu era na maneira de cuidar da planta e também do problema. As ideias e soluções vinham na minha cabeça e, quase uma hora depois, minha lavanda estava verdinha de novo e o cliente, do outro lado da linha satisfeito com o caminho que encontramos juntos. De quebra eu ainda estava perfumado.

Ali comecei a criar um paralelo entre o ato de cuidar das plantas e o de resolver problemas e virei uma espécie de doido das plantas. Comprei um Jasmim dos Açoures, uma Neve da Montanha, um Amor Agarradinho, uma Hera, ganhei uma Peperômia… e fui tendo cada vez mais prazer em cultivá-las. Mas infelizmente vieram os pulgões!

Sim! Em um estalar de dedos, da noite pro dia, eles se instalaram e, quando eu fui ver, todas estavam infectadas. E eu fiquei mal: desanimei, desgostei, entristeci e me perguntei: o que eu fiz de errado? Reguei muito? Reguei pouco? Por quê?

Igualzinho àquele projeto que nos enche de tesão e, de repente, desanda, sabe? Igualzinho àquela relação em que você super aposta e aí perde o encanto. Igualzinho! E não adianta encontrar os porquês. Essas coisas acontecem. Ponto.

Tenho certeza que em 2020 você se deparou com alguns “pulgões” que te assombraram também e por isso te digo: encontre a sua plantinha em 2021. E não desista dela!

Eu não desisti. Enquanto limpo cada folha, limpo também a minha mente e abro espaço para as soluções de problemas bem maiores que os benditos pulgões.

Os insights e as percepções acontecem quase como mágica. É terapêutico! Quando decido olhar mais de perto pra uma folhinha, noto que debaixo dela, escondido, tem uma galera de pulgõezinhos e me sinto satisfeito de ter ido mais fundo para encontrá-los.

Ao mesmo tempo, enquanto retiro as folhas mortas dos galhos em minhas mãos, percebo várias mudinhas crescendo, brotos nascendo e me encho de esperança. É quase uma recompensa por ter decidido ir mais fundo. E esse paralelo com a vida, além da botânica, é inevitável na minha cabeça.

A natureza é maravilhosa e acredito que um ano melhor também depende de olharmos pra ela e captarmos a mensagem que ela quer nos enviar.

Por isso, do fundo do meu coração, desejo que em 2021 você encontre a sua plantinha.

Ela pode ser literalmente um ser vivo e verde pelo qual você vai se dedicar, mas também pode ser uma causa, uma atividade física, um curso, uma religião… o importante de tudo isso é manter o olhar e os ouvidos atentos para captar a mensagem que o universo quer te transmitir. Pois acredite, ele sempre tem algo a dizer.

Um 2021 em que a gente possa plantar e colher só coisas boas!

Autor: Ton Santos
Sonhador, publicitário, empreendedor e aspirante a jardineiro. Pai da Maria Carol e apaixonado pela mãe dela, a Andréa. Fundador das Agências Newton e Darwin, das quais se orgulha muito por poder juntar nela pessoas do bem para atender clientes do bem.
Instagram:
@insta_tonsantos
@agencianewton
@agenciadarwin

1 thought on “EM 2021, ENCONTRE A SUA PLANTINHA”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *