Ricardo Maruo

NÃO DA PRA FICAR SOLTEIRA O RESTO DA VIDA

Márcia fechou os olhos e cheirou profundamente o aroma do cappuccino que o garçom acabara de deixar em sua mesa. Esse era seu ritual todas as vezes que esperava alguém no Perseu Café.

Antes de dar o terceiro gole, olhou fixamente para a janela e começou a pensar naquelas pessoas que não abrem mão das suas opiniões formadas, aquelas que acham que sabem todas as coisas do mundo. Que quase não te deixam falar e sempre possuem um argumento meio áspero quando você discorda.

Conheço gente assim, disse em voz alta para si mesma.

Não vejo com certa frequência, mas quando vejo prefiro ficar na minha. Afinal, por que se irritar? Ou se ofender? Quando na verdade é só um drama de alguém frustrado na vida.

Não consigo entender o motivo das pessoas agirem dessa forma. O mundo é tão grande e a vida tão curta para perder tempo com certezas pequenas. Acho que o mundo que vivo sempre será diferente dos outros. Isso não significa que o meu seja o certo, ou o errado. Tem lugar para todo mundo, para opiniões distintas. Então, será que é muito difícil tomar aquela dose de humildade e ouvir, mais carinhosamente, as pessoas ao redor?

Não importa se você é mais velho, mais experiente, mais sei lá o que. Não importa se você diz ter visto muita coisa, eu aposto que tem muita coisa que você não viu e nem viveu. Não dá para viver tudo na vida. Não dá para entender tudo nessa vida. Mas dá para tirar a máscara de “sabe tudo” e olhar ao redor do seu pequeno mundo. E, quem sabe, enxergar o quão grande é o mundo lá fora.

Após três minutos da sua reflexão, em meio a um gole e outro, Márcia levanta-se para cumprimentar a pessoa esperada.

– Oi, mãe.

– Oi. Nossa, filha, que roupas são essas? Deveria se arrumar melhor. O que as pessoas vão pensar olhando uma pessoa tão desleixada assim?

– Tá bom, mãe. Vou me arrumar melhor.

– E não é só isso, viu? Falei com o Flávio, o filho da Sônia. Ele gostou das suas fotos. Mostrei suas fotos no Facebook e ele achou você muito bonita. Então, quando ele te ligar se arruma um pouco, viu? Pra ficar mais apresentável. Escuta sua mãe que eu sei das coisas, já vivi muito nessa vida. E outra, não dá para ficar solteira para o resto da vida, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *